GRUPAMENTO DE MERGULHADORES DE COMBATE



 
 
 
Ativado no dia 10 de março de 1998, o Grupamento de Mergulhadores de Combate (GRUMEC) completou seu segundo aniversário. Apesar de jovem, essa unidade já granjeou a admiração e o respeito da Armada. 
Capazes de realizar Operações Especiais em ambientes marítimos e ribeirinhos, os Mergulhadores de Combate podem ser infiltrados próximo a seus objetivos por aeronaves; veículos terrestres; navios de superfície; ou submarinos.
Empregando equipamentos de mergulho absolutamente silenciosos e discretos, uma vez que não desprendem bolhas, os Mergulhadores de Combate (MEC) aproximam-se de seus objetivos sem serem percebidos. Essa característica lhes permite obter a iniciativa das ações e surpreender o oponente.
Dentre outros eventos, que incluem o intercâmbio com Mergulhadores de Combate de Marinhas amigas, os MEC da Marinha do Brasil têm participado em todas as Operações Anfíbias da Esquadra; apoiado o lançamento de torpedos e mísseis; realizado exercícios de ataques a navios; participado de Operações Ribeirinhas,
tanto na Amazônia, quanto no Pantanal Matogrossense; executado exercícios de retomada de navios, plataformas de petróleo e de resgate de reféns; e conduzido testes com armamento submarino. Image5.jpg (80549 bytes)
Os componentes do GRUMEC realizam freqüentemente adestramentos em situações que se aproximam ao máximo da realidade, mantendo-se preparados para atuar com eficiência, onde e quando for determinado. Recentemente participaram nas seguintes operações e exercícios: DRAGÃO-XXXIV; ASPIRANTEX-2000; ADEREX; APRESTEX; DEPORTEX-NE; e RIBEIREX PANTANAL.
"FORTUNA AUDACES SEQUITUR"

[Volta]