< /tbody>

Iça o Dois!                                              ano 8                              Exemplar 30     

Editorial jan/2009

UMA NO CRAVO ...

Mais um ano que passa e, para alegria de todos, constatamos evolução em nossas Forças Armadas, apesar de todas as dificuldades financeiras.

Testemunhamos no apagar das luzes do ano que passou a aprovação da Estratégia Nacional de Defesa (Decreto 6.703 de 18 de dezembro), que indica como fazer, na concepção de governo, para o soerguimento da capacidade de defesa do país. Trata-se do Plano de Defesa Nacional (PDN), do qual esperamos ver a concretização das medidas destinadas a por em prática a Estratégia aprovada.

Em dezembro, às vésperas do Natal, tomamos conhecimento da assinatura de vários acordos da Marinha com o Governo e o Ministério da Defesa da França para a construção de quatro submarinos convencionais, e o fornecimento de tecnologia para o desenvolvimento do casco do que virá a ser o submarino brasileiro com propulsão nuclear. Neste exemplar publicamos a íntegra dos acordos referente à obtenção dos submarinos.

Muito há o que comentar sobre esses dois eventos notáveis e por ora mencionamos, apenas, que a postura do Iça o Dois!, por meio de seus artigos, no sentido de alertar nossas Forças Armadas para a necessidade de aprimorar conceitos e processos referentes à obtenção de ativos militares, tem sido muito acertada. O fato da centralização de todos os processos de obtenção de ativos de defesa no Ministério da Defesa, como declarado na Estratégia Nacional de Defesa, irá contribuir positivamente para a padronização e integração dos processos de obtenção, que são ainda, teimosamente, praticados em formas particulares pelos três Serviços.

Ênfase foi posta por este veículo, também, na necessidade de aprimoramento individual dos altos dirigentes das Forças Armadas, em especial na Marinha Brasileira, onde os oficiais do Corpo da Armada não recebem atualizações adequadas ao desenvolvimento de uma completa visão estratégica, por falhas na formação. A falta de abordagem dos que decidem os destinos da Força segundo enfoque técnico adequado já foi anteriormente objeto de artigos no Iça o Dois! (ver artigo A buchada de Bode).

Neste exemplar, voltamos ao tema por meio da reprodução do texto do antropólogo Marins Luiz Almeida filho (www.anthropos.com.br) a qual julgamos bastante oportuna.(Por que Presidentes e Diretores não participam de cursos e treinamentos?)

***

... E OUTRA NA FERRADURA

Finalmente saiu o Plano Estratégico de Defesa (18/dez/2008). Enquanto o Plano anuncia uma série de medidas para o setor militar nos próximos anos, quase que todos elas onerosas, no mesmo jornal (JB 19/12/2008) vem a notícia de que o Orçamento foi aprovado com cortes da ordem de 11 bilhões de reais. E esse orçamento ainda será contingenciado, como vem ocorrendo todos os anos.

Ainda segunda a mesma notícia (reportagem de Leila Suwan) os militares perdem cerca de 1 bilhão de reais. A notícia:

“Poucas horas antes da apresentação da Estratégia Nacional de Defesa no Palácio do Planalto, o congresso aprovou um orçamento que corta cerca de 800 bilhões de reais no setor militar, a maior parte na aeronáutica. Os programas de manutenção, revitalização e aquisição de aeronaves perderam 150 milhões.

O corte chegou a mais de 1 bilhão se forem considerados os valores programadas pela comissão Mista de Orçamento, que aumentou um pouco os recursos com relação ao que foi originalmente proposto pelo governo. Os recursos totais para a Defesa foram calculados em 52,2 bilhões, subiram para 52,4 bilhões e fecharam em 51,3 bilhões. O Ministério da Defesa informou que não comentaria os cortes.

Não houve esclarecimento se os cortes afetam a frota geral ou incluem despesas com o programa FX, a substituição dos caças brasileiros que se arrasta desde a gestão de FH, mas cujo processo de compra está na fase final de escolha do modelo. O Dassault Rafale francês lidera a disputa. O programa de aquisição de aeronaves perdeu 89 milhões nos cortes do Congresso.

O Exército perdeu 129 milhões, um terço do orçamento para modernização operacional. Na Marinha foram cortados 50 milhões das compras previstas para fuzileiros, embarcações de apoio e sistemas operativos. A manutenção de material bélico foi quase cortada pela metade, com perda de 29,5 milhões.

O corte mais substancial aconteceu na Infraero, vinculada à defesa, de onde foram retirados 150 milhões para a melhoria de infra-estrutura de aeroportos.”

Desse modo o PND já nasce com orçamento capenga, o que, agravado pela crise financeira, que certamente terá peso no desempenho da economia brasileira, aponta para mais um PAC do governo Lula.

A equipe do O Iça o Dois! deseja a todos os nossos leitores um Próspero Ano Novo!

 

 

 

 



SUMÁRIO

TERMOS DO ACORDO ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DA REPÚBLICA DA FRANÇA NA ÁREA DE SUBMARINOS.

POR QUE PRESIDENTES E DIRETORES NÃO PARTICIPAM DE CURSOS E TREINAMENTOS?

EVOLUÇÃO DA FORMAÇÃO DO PENSAMENTO LOGÍSTICO NA MB


ESCLARECIMENTOS

ESTAMOS EM

 http://www.submarinosdobr.com..br/

Há seis anos ininterruptos publicamos o site SUBMARINOS DO BRASIL!

Este site era hospedado pelo provedor de serviços de internet TERRA, na forma de um perfil do domínio terra.com.br, e portanto tinha o caráter de uma concessão (páginas pessoais), embora feita para os que pagam o provedor para ter acesso á Internet.

Ao final do ano passado o TERRA, numa manobra comercial, avisou que iria retirar a concessão. Diz ter feito isso durante um mês, aproximadamente, porém não enviou qualquer aviso para aqueles que tinham páginas pessoais hospedadas em seu domínio.

Frisamos que sem aviso, pois com relação á hospedagem de álbuns de fotografia aquele provedor, agindo igualmente pelas mesmas razões comerciais, avisou que iria retirar a concessão de espaço para hospedagem dos álbuns pessoais, dando um prazo de 180 dias para que todos retirassem seu material! Fê-lo enviando e-mail de aviso, num procedimento diferente com relação às páginas pessoais.

Para quem acessa as páginas pessoais de três em três meses, pois é quando editamos novo exemplar do IÇA O DOIS!, a medida nos pegou de surpresa, causando bastante constrangimento, e mesmo perda de algum material, pois a confiança no provedor era grande.

Fica claro que o referido  provedor considerou o material fotográfico mais valioso que às páginas pessoais, onde, é verdade, havia muito lixo. Porém, nem todas as páginas pessoais são lixo.

Acreditamos que embora o provedor não ofereça nenhuma possibilidade de recuperar o material de tantos anos de trabalho, há ainda a alternativa de registrar domínio(s), com isso ganhando espaço de hospedagem, a título de bonificação,. por um determinado tempo, após o que, ele será cobrada. Quase, pois, uma imposição!

Desse modo, se tentar acessar nosso site pela indicação dos mecanismos de busca, o qual era hospedado no provedor Terra, no endereço

planeta.terra.com.br/ relacionamento/submarinosdobr/   

o internauta será direcionada para uma página do próprio provedor, oferecendo a prestação de serviços de hospedagem.

Considerando que a atitude daquele provedor não tenha sido a mais ética, embora estando no seu direito,  providenciamos a mudança de ISP, pois o TERRA passou a não merecer mais a nossa confiança.  Assim, para acessar o site SUBMARINOS DO BRASIL! a partir de agora acesse por meio do novo endereço 

http://www.submarinosdobr.com..br /

Fale conosco em

 capetti@terra.com.br