Iça o Dois!                          Exemplar 18 ano 5

Editorial

 

Entramos o ano de 2006 com muitas esperanças. Esperanças de novos tempos, em que recursos apropriados serão alocados à Marinha, não só para suas operações correntes, como também para a construção, recuperação e reposição de unidades necessárias ao cumprimento da missão.

Segundo recentes declarações do Comandante da Marinha. a prioridade de novas construções contempla os submarinos como principais elementos de recomposição da esquadra brasileira. O lançamento do submarino Tikuna, e continuação das provas necessárias a sua prontificação, ocorrido no final do ano que findou, garantem, pelo menos por agora, a continuidade do programa de obtenção deste tipo de navio.

Por outro lado, a oportunidade de escolha de novos tipos de submarinos indica a grande necessidade de conhecimentos adequados para que a seleção que vier a ser feita o seja em termos de otimização tanto técnica e tática, quanto econômica, demonstrando, à sociedade, que empregamos os recursos  para defesa de maneira responsável.

***

E DAÍ? é um artigo em que o autor procura chamar a atenção para oportunidades de aprimoramento no processo de obtenção de submarinos, mormente pela introdução do conceito de Eficiência Militar-Econômica, como elemento de comparação entre diversas alternativas de projeto de submarinos.

***

Seguimos com a apresentação de mais uma parcela (03 )da interessante coleção de selos alusivos às atividades de submarinos e mergulho, por especial gentileza do colecionador, COMTE MARINHO, um dos nossos conhecidos mergulhadores. Pela beleza das peças, e valor do trabalho, continuamos publicando, com a devida permissão do autor, páginas da coleção.

***



SUMÁRIO

CONCORRÊNCIA PARA NOVOS SUBMARINOS

E DAÍ?

Exposição de selos alusivas às atividades de submarinos e mergulho (03).


Tomamos conhecimento da obra de Y. N. KORMILITSIN e O. A. KHALIZEV intitulada "THEORY OF SUBMARINE DESIGN", na qual são tecidas interessantes apreciações sobre a construção dos submarinos russos. Ênfase é colocada tanto nas particularidades do desenvolvimento de projetos de submarinos, quanto na necessidade de se proceder a análise militar-econômica, o correspondente à análise de custo-eficácia praticada no ocidente, o que nos surpreendeu, a primeira vista, por se tratar de um regime totalitário, de economia centralizada.

Em breve pretendemos comentar alguns dos trechos de maior impacto da obra, para conhecimento dos nossos submarinistas dos intricados problemas que envolvem este tipo de desenvolvimento.