Iça o Dois!                   
out/2005

EDITORIAL

PROPULSÃO INDEPENDENTE DE AR reproduz um interessante artigo de Guilherme Poggio publicado no site do elSnorkel(www.elSnorkel.com). Trata-se de considerações sobre uma importante decisão que a Marinha do Brasil terá que tomar nos próximos anos, entre investimentos no desenvolvimento da propulsão nuclear, ou fazer face à inovação tecnológica dos submarinos convencionais com a promissora, mas já realidade, propulsão independente de ar.

***

OLHANDO O CONJUNTO (PRIMEIRO ARTIGO) trata da necessidade da MB ter um SISTEMA FORMAL DE QUALIDADE justificado à luz do conjunto de processos praticados segundo a Engenharia de Sistemas, a Gerência de Projetos e a Engenharia Logística,  que levam à obtenção de um sistema de armas.

***

QUALIDADE NAVAL aborda a mesma temática do artigo anterior, a da necessidade da MB cristalizar seu sistema de qualidade, agora sob a luz das próprias determinações doutrinárias expressas no EMA 113 - GECON DOUTRINA DA GESTÃO CONTEMPORÂNEA.

***

Por ocasião do aniversário da Força de Submarinos, no ano de 2005, foi exposta no hall de entrada do prédio do Comando, interessante coleção de selos alusivos às atividades de submarinos e mergulho, por especial gentileza do colecionador, COMTE MARINHO, um dos nossos conhecidos mergulhadores. Pela beleza das peças, e valor do trabalho, estaremos publicando, com a devida permissão do autor, páginas da interessante coleção.

***



SUMÁRIO

PROPULSÃO INDEPENDENTE DE AR

OLHANDO O CONJUNTO (1)

QUALIDADE NAVAL!

Exposição de selos alusivos aos submarinos e atividades de mergulho.