(continuação do exemplar 7)

DESMEMBRAMENTO DA ESTRUTURA DE SISTEMAS como recomendado pela Mil-Std 1388-2B

PARA USO NAS DIVERSAS ANÁLISES DO ALI  E DOCUMENTAÇÃO DOS REQUISITOS DE RECURSOS DE APOIO

(DESTINADO À APRECIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DO ALI)

 

DEFINIÇÕES

LCN - logistic support analysis control number - número de controle para Análise de Apoio Logístico - é o número de controle de qualquer item numa estrutura de desmembramento (breakdown) para fins de identificação inequívoca.

Atribuição do LCN - este número pode representar tanto uma seqüência física, como funcional, de desmembramento de um sistema/equipamento, incluindo equipamentos de apoio, de treinamento, e de instalação (ou conexão). Como tal, ele representa um insumo para registro no Banco de Dados da LSA (BDAAL).

LCN  clássico - tradicionalmente o LCN era desenvolvido usando-se a configuração física do hardware (ou desenho de engenharia);

No entanto, nas áreas de confiabilidde e manutenibilidade, o desemebramento físico de um equipamento poderia trazer problemas quando "rolando para cima" taxas de falha, períodos de confiabilidade, e freqüências na manutenibilidade, com relação ao nível superior. Por exemplo, se uma antena conectada a uma aba de suporte falhasse, a falha deveria ser distribuída para o sistema de comunicações, e não para a aba estrutural na qual ela é fisicamente afixada.

LCN funcional - Por esta razão passou-se a usar uma LCN funcional. No caso em que o LCN físico e o funcional forem idênticos, não será necessário gerar breakdowns diferentes;

São três os métodos básicos para atribuição de LCNs:

      Método clássico - atribuição de um único LCN de um item numerado em cada aplicação, incluindo peças/partes. Assegura identificação apropriada de um item com seu conjunto Imediatamente Superior (NHA - Next Higher Assembly) e garante rolagem/sumarização de dados em todos os registros do Banco de Dados da Análise de Apoio Logístico (BDAAL)

     Método clássico modificado - variação do anterior, de modo a permitir peças/partes receberem  o mesmo LCN no nível de identação  abaixo do componente/conjunto do qual eles fazem parte. Aplicação deste método pode economisar o número de LCNs atribuídos para níveis inferiores de desmembramento.

      Método seqüencial - Para sistemas muito grandes, a tentativa de uso dos métodos anteriores pode resultar em ter que usar mais do que 18 caracteres alocados ao campo do LCN. Neste caso os 12 ou 13 primeiros caracteres do campo do LCN serão usados como acima, e os últimos 5 ou 6 caracteres serão assinalsdos seqüencialmente por todas os demais níveis de decomposição.

Ref: Mil-Std 1388 2A Apêndice C.

Nota: ITEM - expressão genérica que significa desde EQUIPAMENTO,  a uma PEÇA.

Continua no próximo número

l1_small.jpg (5097 bytes)

l2_small.jpg (5377 bytes)

l3_small.jpg (4721 bytes)

LCN CLÁSSICO LCN CLÁSSICO MODIFICADO LCN SEQÜENCIAL

E-mail  --> capetti@terra.com.br