HISTÓRICO DA CONSTRUÇÃO DE SUBMARINOS NO BRASIL

      
O marco inicial da construção de submarinos, no Brasil, foi a adoção em 1979, pelo Programa de Reaparelhamento da Marinha (PRM), de uma estratégia de longo prazo visando à obtenção e o conseqüente domínio dessa tecnologia.

     Estratégia que numa primeira fase foi inteiramente  voltada para a montagem, tinha como objetivos imediatos o desenvolvimento das áreas de produção, de gestão da qualidade, de projeto e de  gerenciamento de materiais e manutenção. Ela previa os seguintes estágios:

1) construção, no exterior, de um submarino de projeto estrangeiro, com acompanhamento orientado, de modo a capacitar nossos técnicos e engenheiros para a construção no Brasil; e

2) em prazo bem mais longo, construção e avaliação operacional de submarinos de projeto brasileiro e posterior construção de outras unidades.

     A partir de 1982 foram celebrados diversos contratos entre a MB  e o consórcio Ferrostaal /HDW, os quais propiciaram a construção no AMRJ, dos submarinos Tamoio, Timbira, Tapajós e Tikuna,   

constituindo, este último, recém batizado e lançado, uma nova classe, segundo o AMRJ. Cumpre destacar que o primeiro submarino construído no Brasil veio a ser, também, o primeiro submarino construído no hemisfério sul.

     A obtenção de tais conquistas envolveu investimentos que não visaram à duplicação, no Brasil , dos processos de construção adotados pela HDW, na Alemanha, mas sim com a finalidade de adaptar as instalações existentes no AMRJ e aproveitar a capacitação da indústria nacional para atender às características do projeto.

     A manutenção da capacitação já alcançada depende de esforços e investimentos contínuos no preparo e treinamento de pessoal, mantendo-os em constante atividades nas respectivas áreas de especialização, assim como o desenvolvimento e implementação de estudos para atualização e revisão dos processos de construção, de modo a tornar viável a construção do submarino de projeto inteiramente brasileiro.

 

***

Submarinos obtidos a partir dos contratos celebrados entre a MB e o consórcio Ferrostaal/HDW

SUBMARINO INÍCIO LANÇAMENTO INCORPORAÇÃO CONSTRUTOR
TUPI 1985 28/abr/1989 6/Mai/1989 HDW - Alemanha
TAMOIO Out 1987 18/Nov/1993 17/Jul/1995 AMRJ - Brasil
TIMBIRA Out 1988 5/Jan/1996 22/Out/1997 AMRJ - Brasil
TAPAJÓ Abr 1990 5/Jun/1998 24/Mar/2000 AMRJ - Brasil
TIKUNA Nov 1996 9/Mar/2005 Dez/2005 (Previsão) AMRJ - Brasil

Adaptado do folheto do AMRJ - Batismo e Lançamento do Submarino TIKUNA (9/mar/2005)